01 agosto 2012

Tema do Momento...Reeducação Alimentar

Muito se fala hoje em dia em reeducação alimentar, mas sabe-se o que é isso verdadeiramente???

Se não se sabe vamos hoje ficar a saber...

Fomos pesquisar, analisar e juntamos o que melhor descreve a reeducação alimentar.

Este tema é considerado o segredo para perder peso e a meu ver é o VERDADEIRO segredo para  se conseguir alcançar um equilibrio entre corpo e mente.
Desde pequeninos que somos ensinados sobre o que devemos e como devemos comer, mas nem sempre seguimos uma alimentação saudavel.
Só quando nos deparamos com problemas de saúde como hipertensão, colesterol, ou mesmo o malfadado excesso de peso é que pomos em questão a alimentação que fazemos e é ai que começamos a olhar para piramide alimentar...

Assim, o principal foco da reeducação alimentar é mesmo a alteração de hábitos, entender que não vamos deixar de comer isto ou aquilo, mas que vamos comer de tudo que faz parte da pirâmide alimentar mas de uma forma mais equilibrada e saudável, esta reeducação deve ser individualizada, até porque o que pode ser saudável para uns pode ser prejudicial para outros, tendo sempre em conta eventuais problemas de saúde pré-existentes.

Mas afinal o que podemos fazer para começar a "reeducar" a nossa alimentação:
"
- Beba de 8 a 10 copos de água por dia;
- Evite o consumo de alimentos industrializados e fast-food;
- Substitua refrigerantes por sucos de frutas naturais;
- Inclua alimentos integrais no seu cardápio;
- Evite o consumo de alimentos ricos em gordura como: frituras, carnes gordas, queijos amarelos, manteiga;
- Doces são permitidos, mas esporadicamente e em pequena quantidade;
- Pratique atividade física regularmente."


Ora vamos então a um exemplo de um plano de reeducação alimentar:



Ninguém disse que mudar hábitos é fácil, exige disciplina, força de vontade e dedicação.
O mais importante é que tenha prazer em se alimentar, procurar fazer uma alimentação variada e saudável...
Portanto vamos lá mudar os hábitos alimentares e GANHAR ENERGIA E SAÚDE.
FORÇA*


1 comentário: