18 janeiro 2013

O PODER do MEL

Vocês sabiam que o MEL pode ser o vosso melhor aliado para conseguirem um corpo em forma e à prova de infeções?
 
Pois é o mel tem essa capacidade, e basta que simplesmente adicionem uma colher por dia ao vosso pequeno almoço...
 
 
* O mel é conhecido pelas suas propriedades curativas, digestivas e energéticas. Muito se deve ao facto de ser «elaborado» a partir do néctar de inúmeras flores, combinando propriedades benéficas encontradas nas mais diferentes espécies vegetais.
 
* Quando ingerido, é imediatamente assimilado pelo organismo. A glicose e a frutose passam directamente para o sangue, sem que o corpo humano precise de exercer qualquer transformação.
 
* Para além da glicose e frutose, contém ainda substâncias importantes e indispensáveis ao organismo como cálcio e fósforo (necessários para a formação e manutenção de dentes saudáveis), sódio, potássio, magnésio e ferro.
 
*São surpreendentes os valores vitamínicos do mel.
 
Um quilo deste alimento é equivalente a:
 
  •  50 ovos,
  •  25 bananas,
  • 6 litros de leite,
  • 3 quilos de peixe,
  •  5 quilos de maçãs,
  • 40 laranjas,
  • 900 gramas de cenoura ou
  • 5 quilos de ervilhas.
- CONVENCIDOS?
 
* É  recomendado nos casos de:
- anemia,
- asma,
- broncopneumonia, bronquite,
- gripe, rouquidão, tosse,
- deficiências cardíacas.
 
* O poder bactericida do mel, também está aliado às suas virtudes laxativas, melhorando significativamente o trânsito intestinal.
 
 
1) é bom cicatrizante
2) antisséptico
3) favorece a produção de tecido novo
4) previne infecções nas feridas
5) bom para anemia
6) contém vitaminas B e C, também ferro e minerais
7) fortalece os ossos e os músculos
 
* Todos os que o ingerem com frequência, podem beneficiar de uma resistência acrescida a doenças infecciosas.
 
Fontes:

14 janeiro 2013

Levedura de Cerveja


Hoje resolvi falar-vos da levedura de Cerveja...
E Porquê? Perguntam vocês...
 
Simples porque começei novamente a tomar a levedura. Eu já faço suplemento de levedura de cerveja à uns tempos, começei para me ajudar a regularizar o intestino, devido à minha sindrome do cólon irritável e diarreias frequentes, mas quando engravidei e depois do parto fiz uma pausa, hoje resolvi iniciar novamente a toma, até porque tinha o frasco cá em casa aberto e não ia deixar estragar algo que me faz tão bem...
 
Assim sendo, cá vai:
 
A levedura de cerveja é um fermento natural usado na fermentação da cerveja.
Porém pode ser consumida na sua forma em pó ou em cápsulas pois é um execelente protetor natural do organismo contra a poluição e radiações além de ser uma ótima fonte de vitaminas e sais minerais. Ajuda no sistema imunológico, no combate ao stress e fadiga, e também a auxiliar o fígado na desintoxicação do organismo.
 
É recomendada para:
 
A levedura ajuda a deixar a pele mais saudável, recompõe a flora intestinal e desintoxina o intestino, auxilia no tratamento de hemorróidas e diarreias, é recomendado nos casos de stress, distúrbios nervosos e diabetes, é um excelente cicatrizante, aumenta as defesas do organismo, é ótimo para problemas de pele como acne, eczemas e furúnculos, indicado para casos de deficiências de vitaminas, anemias, infecções, resfriados e intoxicações.
Como ela é uma ótima fonte de vitaminas do complexo B, ajuda a manter a integridade dos sistemas digestivos e nervoso, auxilia na falta de memória e concentração, irritação, stress, depressão, cansaço físico e mental.
 
Nutrientes:
 
A levedura de cerveja contém, além de todas as vitaminas do complexo B (colina, biotina e inositol), vitamina A, sais minerais como cromo, zinco, cálcio, ferro, fósforo e selênio. Também possui proteínas e aminoácidos, complexos de DNA e RNA, carboidratos complexos, fibras dietéticas e ergosterol (precursor de vitamina D).

Complemento para dietas

A levedura de cerveja é um excelente repositor de vitaminas e minerais, e também é usado como complemento para dietas de emagrecimento. Portanto deve ser consumida antes das refeições para ajudar a diminuir o apetite, devido ao seu alto valor protéico.

Levedura de cerveja e a diabetes

Pelo seu alto teor de cromo, a levedura de cerveja pode ser consumida por quem possui diabetes, pois ajuda a regular a produção de insulina, graças ao cromo e a vitamina B.
 
Assim:
 A Levedura de cerveja... 

- Não contém álcool ou de gordura.
- É um alimento adequado para celíacos e intolerantes à lactose.
- É rica em proteínas vegetais. 
- É rico em vitaminas (como as vitaminas do grupo B, com 20 gramas de levedura de cerveja, cobre-se a maior parte das necessidades diárias de vitaminas B de que nosso corpo necessita)
- É rico em minerais.
- É uma fonte de aminoácidos essenciais como lisina, "treonina" e "isoleucina. Em menor quantidade é cisteína, metionina e aminoácidos sulfurados. 
- Reduz o colesterol "ruim" e aumenta o colesterol "bom", pois tem leticina. 
- É rico em ácido linoleico e ácido oléico substâncias que beneficiam o sistema circulatório.
- Ajuda a regular os níveis de açúcar no sangue, seu uso em pacientes diabéticos é benéfico (especialmente na diabetes tipo 2). 
- É ideal para complementar suas dietas de baixa caloria baixa em calorias e nutrientes bons.
- A sua utilização é aconselhável no pós-parto e lactação, sua utilização ajuda a restaurar os tecidos. 
- A levedura melhora o humor como a inclusão na dieta pode melhorar a depressão e ansiedade. 
 
Para saberem mais leiam: http://www.ahau.org/levedo-de-cerveja/

Segue também o texto que postei em 2010 no meu blogue sobre a sindrome: http://sindrome-intestino-irritavel.blogspot.pt/2010/11/os-beneficios-da-levedura-de-cerveja.html  (Só para terem uma noção a levedura já faz parte da minha vida desde 2010...)
 

08 janeiro 2013

Suplemento de proteina para quem faz exercicio e tem INTOLERANCIA À LACTOSE

Hoje em dia existem no mercado um sem numero de  ofertas de whey's com baixo conteúdo de lactose, ou mesmo sem lactose.
 
Alguns exemplos de otimas proteínas:




















Estas proteínas são 0% de lactose, no entanto, eu já as experimentei e com o meu grau de intolerância acabo por me sentir mal depois de alguns dias a consumir, ou seja, apesar de serem consideradas 0% de lactose podem conter vestígios de lactose (e contem porque, no meu caso, com toma continua começo a sentir o malvados sintomas da intolerância)...
 
Portanto, para quem tem apenas uma pequena intolerância estas podem ser uma boa alternativa, digo isto porque existem diferentes graus de intolerância à lactose, ou seja, existem pessoas que se beberem leite passam mal, mas que se comerem queijo ou iogurtes não tem qualquer sintoma de intolerância, isto acontece porque o nível de lactose encontra-se reduzido ou fragmentado nestes alimentos não provocando quaiqueres problemas de saúde a quem tem uma pequena intolerância à lactose.
 
O problema passa por descobrir uma proteína que seja boa, eficaz e realmente sem lactose, para aquelas pessoas que são intolerantes à lactose a 100% (grupo que me incluo)...
 
Restou-me optar pela Proteína Isolada de Soja, que ´e 100% de origem vegetal, logo, sem lactose e sem vestígios de lactose...

 
Mas em volta deste género de proteínas "giram" uma serie de controversas...
Uns dizem que faz mal, outros dizem que faz bem, uns dizem que não faz efeito, outros dizem que se tem os resultados equivalentes às whey's de origem animal e de ovo...
 
Mas afinal...
È positivo, negativo ou indiferente o consumo de Proteína Isolada de Soja?
 
Fiz algumas pesquisas e vou postar as conclusões a que cheguei... 
 
- A proteína de soja não diminui os níveis de testosterona nem aumenta os níveis de estrogenio: "Várias pesquisas com atletas profissionais do sexo masculino com altos níveis de ingestão de proteína de soja não mostram alterações nos níveis de testosterona. Os níveis de hormônio e as taxas de fertilidade também não foram afectados.

Estudos semelhantes foram conduzidos com ginastas do sexo feminino, remadores e nadadores de ambos os sexos. Nenhum efeito negativo foi observado, os níveis de hormônio no sangue foram normais, e eles ainda ganharam massa corporal magra e melhoraram o desempenho."
 
- A proteína de soja não contem estrogenio e não è apenas so para mulheres: "A soja não contém o hormônio estrogênio, mas contém isoflavonas, também conhecidas como fitoestrogênios, que funcionam de forma diferente do estrogênio no corpo. Os fitoestrogênios não são iguais ao estrogênio, porém sua estrutura química é um tanto semelhante. Não há evidência científica de que o uso de proteína de soja tenha qualquer efeito indesejado nos níveis de hormônio, no desenvolvimento muscular, no treinamento de força ou nas características físicas do corpo. Vários estudos feitos com homens jovens saudáveis mostram que a proteína de soja não aumenta as concentrações de estrogênio no sangue.Estudos adicionais relacionam o consumo de proteína de soja a uma redução na taxa de câncer na próstata. Uma meta-análise desses estudos indica que o consumo de alimentos que contêm proteína de soja pode reduzir o risco de câncer de próstata em até 26%."
 
- As proteínas de soja não são difíceis de digerir nem causam dores estomacais nem gases: " A proteína isolada de soja é altamente digerível. Seu valor de digestibilidade de 95% a 98% é maior do que o de muitas proteínas de origem animal geralmente consumidas. Certas formas da soja, como a farinha de soja, contêm proteína e carboidratos, o que pode ser mais difícil de digerir. No entanto, a maioria dos produtos de nutrição desportiva utiliza a proteína isolada de soja, que é facilmente digerível."
 
-------------------------------------------------------------
 
Hoje em dia, cada vez mais pessoas optam pelo consumo do "leite de soja", porque tem a vantagem de conter praticamente os mesmos teores de proteinas do leite normal, mas não contèm lactose, responsável pelo desencadeamento da diarréia, gases e mal-estar n'um considerável número de pessoas sensíveis a esse carboidrato. Além disso, o extrato solúvel de soja é rico em lecitina e em ácidos graxos poliinsaturados.
Ora para quem faz exercicio tudo isto è importante, porque fazer exercicio è saudavel mas pode potenciar dores, inflamação dos músculos e formação de radicais livres.
"Pesquisas recentes demonstram que a proteína de soja pode acelerar a recuperação muscular após os exercícios. (...)"
(...) "a proteína de soja parece ter um efeito lipolítico no sangue e uma interessante habilidade em diminuir a viscosidade sanguínea. Esta propriedade funcional pode ajudar na circulação de apoio e entrega de nutrientes durante o trabalho muscular.(...)"
(...) "Na nutrição esportiva, a soja também é importante por conter maiores quantidades de alguns aminoácidos anabólicos, tais como arginina e glutamina, além de apresentar grandes quantidades dos aminoácidos de cadeia ramificada (leucina, isoleucina e valina). Estes cinco aminoácidos compõem cerca de 36,2% do produto, sendo que a glutamina sozinha conta cerca de 19,1%. Essa peculiaridade pode ser particularmente útil aos atletas durante uma fase de dieta hipocalórica, para evitar o catabolismo protéico.(...)"
 
(...)"Como suplemento à base de soja têm maior quantidade de fibras, a absorção da proteína é mais lenta. Por isso, sua administração pós-treino não é muito recomendada, pois existem no mercado produtos protéicos com maior eficácia para serem ingeridos nesse período, tal como a whey protein. A proteína de soja pode ser administrada nos demais horários do dia.




No entanto, deve-se ter muito cuidado no momento da compra da proteína de soja, pois comercialmente ela é apresentada em três formas básicas: farinha de soja, proteína concentrada de soja e proteína isolada de soja.
A proteína de soja concentrada mantém a maior parte das fibras originalmente presentes nos grãos de soja e devem conter pelo menos 65% de proteína em peso seco.
Já a proteína isolada de soja é produzida a partir dos flocos de soja, por meio de um processo que utiliza extração aquosa e aquecimento mínimo. Esse produto é praticamente livre de carboidratos e de gordura, tendo 90% de proteína em peso seco, sendo a mais adequada para suplementação alimentar.(...)
Um modo de estar seguro da qualidade da proteína é verificar no rótulo se o nome da proteína de soja é Supro, porque esta é a marca registrada que oferece todos os benefícios mencionados. Em testes comparativos de altíssima qualidade (Protein Digestibility Corrected Amino Acid Score), desenvolvido pela OMS (Organização Mundial da Saúde), a proteína isolada de soja apresentou valores de qualidade similares às proteínas dos ovos, carne vermelha e caseína, inclusive no que diz respeito à retenção de nitrogênio.(...)"
 
Deste ultimo trexo temos que frizar: que os suplementos à base de soja são indicados no pr´e treino pois contem maior quantidade de fibras, mas se for uma proteina isolada esta serà praticamente isenta de hidratos e de gordura e extremamente rica em aminoàcidos o que promove a equivalencia destas proteinas às de ovo, de origem animal e caseina.
 
 


Todas estas proteinas estão à venda na loja PuraFibra de V.N. de Famalicão.


07 janeiro 2013

Vocês conhecem os Bróculos ?

 
Muita gente ama mas muito mais gente detesta...
No entanto, ao lerem este texto mesmo as meninas/os que não gostam dos bróculos, muito provavelmente passarão a fazer o sacrificio e irão integrar este vegetal na vossa alimentação diária...
 
 


"Rico em minerais, como o cálcio, potássio, ferro, zinco e sódio e composto por diversas vitaminas, como A, C, B1, B2, B6, K, bem como fibra alimentar, os bróculos são considerados um super alimento e de pouquíssimas calorias (100 gramas possuem aproximadamente 36 kcal). Além de tudo isto na sua composição, os bróculos são também conhecidos por possuirem propriedades anticancerígenas, por conterem fitoquímicos como os compostos isotiocianatos. Pesquisas relatam que o consumo diário de bróculos evita doenças do coração, evita úlceras e gastrites.

Os bróculos são consumidos de variadas maneiras. É muito apreciado cru em saladas, como também cozidos, grelhados e como um ingrediente de várias receitas, tais como suflês, sopas, tortas, bolos e refogados. Quando cozidos em excesso os bróculos perdem grande parte de seus nutrientes e sua textura também é alterada. O ideal é cozinhá-los em vapor ou em panela tampada contendo pouca água, por pouco tempo. Assim manterá todas as suas propriedades benéficas a saúde."
 
E agora guardem bem esta tabela, porque meus amigos/as os BRÓCULOS podem ser os vossos melhores aliados para conquistarem um corpo em forma e muito saudável.
 
 
Tabela Nutricional

156 grs / 43.73 Calorias
NUTRIENTES
QUANT.
DDR (%)
DENSIDADE DO NUTRIENTE
CLASS.
vitaminA C
123.40 mg
205.7
84.8
excelente
vitaminA K
155.20 mcg
194.0
79.9
excelente
vitaminA A
2280.72 IU
45.6
18.8
excelente
folatOS
93.91 mcg
23.5
9.7
excelente
fibrAS
4.68 g
18.7
7.7
excelente
manganÉSIO
0.34 mg
17.0
7.0
muito bom
trIptoFanO
0.05 g
15.6
6.4
muito bom
potÁSSIO
505.44 mg
14.4
6.0
muito bom
vitamina B6 (piridoxinA)
0.22 mg
11.0
4.5
muito bom
vitaminA B2 (riboflavinA)
0.18 mg
10.6
4.4
muito bom
FÓSFORO
102.80 mg
10.3
4.2
muito bom
magnÉsiO
39.00 mg
9.8
4.0
muito bom
proteÍnAS
4.66 g
9.3
3.8
muito bom
ÁCIDOS GORDOS (Omega 3)
0.20 g
8.3
3.4
muito bom
vitamina B5 (ÁcIDO pantotÉnico)
0.79 mg
7.9
3.3
bom
ferro
1.37 mg
7.6
3.1
bom
cÁLCIO
74.72 mg
7.5
3.1
bom
vitaminA B1 (tiaminA)
0.09 mg
6.0
2.5
bom
vitaminA B3 (niacinA)
0.94 mg
4.7
1.9
bom
zincO
0.62 mg
4.1
1.7
bom
vitaminA E
0.75 mg
3.8
1.5
bom



E então vale ou não o sacrificio de os comer semanalmente?